Bitcoin vale mais que os 6 maiores bancos do Brasil

A QR Capital fez uma comparação entre o valor de mercado do Bitcoin e o de vários bancos. O Bitcoin foi criado no contexto da crise econômica de 2008.

Na época, devido a uma série de fatores, o mercado imobiliário dos Estados Unidos entrou em colapso.

O problema foi causado, em parte, devido ao comportamento irresponsável de bancos, agências de avaliação de ativos e outras instituições.

Isso motivou Satoshi Nakamoto a conceber um meio de pagamentos que fosse livre das interferências dessas instituições. Assim, o Bitcoin (BTC) foi criado, de forma a dispensar a necessidade de intermediários para os pagamentos entre as partes.

Agora, o Bitcoin chega a um patamar impressionante: seu valor de mercado é superior ao de seis grandes bancos brasileiros somados.

Por meio de uma publicação em seu Twitter , a QR Capital faz uma comparação entre o valor de mercado do Bitcoin e o de vários bancos.

Qr Capital

O Bitcoin está cotado a R$ 64.559,29 no momento da escrita desta matéria. Isso faz com que o valor de mercado do criptoativo seja de R$ 1,19 trilhão.

Na comparação, seis grandes bancos valem “apenas” R$ 839 bilhões quando somados. São eles: o Itaú, o Bradesco, o Santander, o Banco do Brasil, o BTG e o B3.

Vale ressaltar que os quatro primeiros citados, juntos da Caixa Econômica Federal (CEF), formam o grupo dos “cinco grandes bancos” do Brasil.

Esse grupo é tido, por muitas pessoas, como o principal beneficiário do sistema financeiro atrasado existente no Brasil.

Como não há muita competição entre os bancos, o sistema de pagamentos brasileiro é pouco eficiente.

Talvez, com a chegada do sistema de pagamentos instantâneos do Banco Central do Brasil (chamado PIX), a situação comece a mudar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Scroll to top